Carregando...
Artistas em pesquisa

Coletivo MUDA

(por Miriam Machado).

O coletivo MUDA foi formado em 2010, no Rio de Janeiro, pelos designers Bruna Vieira e João Tolentino e pelos arquitetos Diego Uribbe, Duke Capellão e Rodrigo Kalache.

A intenção desse grupo de artistas era intervir em espaços urbanos com uma estética geométrica e abstrata, dando destaque para locais invisíveis e oferecendo uma experiência urbana lúdica aos pedestres, interferindo em seus cotidianos, bem como no da própria cidade.

Mas, a atuação desses artistas ultrapassou a rua. Atualmente, o Coletivo tem obras fixas e móveis, em diferentes suportes e tamanhos. Muitas de suas obras estão integradas à Arquitetura, fazendo parte de projetos de Design de casas e espaços particulares, em parceria com diferentes arquitetos.

A primeira intervenção (figuras 1 e 2) desse grupo aconteceu no Carnaval de 2011, no bairro carioca de Santa Teresa.

Fig. 1 – Sem título (2011), Santa Teresa, RJ.
Fig. 2 – Sem título (2011), Santa Teresa, RJ.

Atualmente, há outras instalações no Rio de Janeiro (figuras 3, 4 e 5).

Fig. 3 – Manilha Novo-Rio (2019).
Fig. 4 – Projeto residencial, Copacabana (2018).
Fig. 5 – Sem título, s/d (na Rocinha).

O Coletivo MUDA também tem obras em outros locais do Brasil (figuras 6 e 7).

Fig. 6 – Como tapete com serragem e outros materiais, em Ouro Preto, MG (2011).
Fig. 7 – Nu Festival, EMPENA, São Paulo (2017).

E em outros países, o Coletivo MUDA também está presente com suas produções artísticas (figuras 8 e 9).

Fig. 8 – Praça dos Poveiros, Porto, Portugal (2019).
Fig. 9 – 14st. Station Line A, Nova York (2012).

Pode-se perceber que o uso do azulejo nas suas obras é muito recorrente, mas há a exploração de diferentes matérias, processos e pigmentos, numa investigação e experimentação geométrica de módulos.

Todos os painéis do Coletivo MUDA são abstratos, nos quais eles trabalham a cor e a forma. Outro aspecto de suas criações é que a composição artística pode ser pensada para um espaço ou, ao contrário, o espaço ser o escolhido após a obra estar pronta artisticamente.

Desde 2011, o Coletivo MUDA vem participando de várias exposições coletivas e, em 2013, fez a sua primeira individual, intitulada “Território Modular” (figura 10). Saiba mais sobre a exposição por Felipe Scovino em

http://www.lurixs.com/evento/territorio-modular

Fig. 10 – Exposição Território-Modular (2013).

Observa-se, nas obras acima, a assinatura desse coletivo de artistas tem uma forma peculiar, composta pelas letras geometrizadas da palavra MUDA, que podem estar em um, em quatro, ou até em vários azulejos, dependendo do tamanho da obra.

Fontes

https://coletivomuda.com.br

https://www.instagram.com/coletivomuda/?hl=pt-br

Nos vídeos abaixo você pode conhecer melhor esses artistas e acompanhar a montagem de algumas de suas obras:

https://coletivomuda.com.br/portfolio/nao-ha-mensagem-2-taiwan/