Carregando...
História da Arte

VIRGINIA DE MEDEIROS

(por Carolina Pereira)

Virginia de Medeiros (Feira de Santana – Bahia, 1973) é uma artista visual brasileira (Imagem 1) cujo trabalho tem como foco principal as técnicas de vídeo-instalação e outros meios audiovisuais.

Imagem 1

Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia, a artista busca em suas obras diluir os limites entre o documental e o imaginário.

Partindo de entrevistas, fotos documentais e histórias de pessoas anônimas, Medeiros adapta o caráter documental para usos subjetivos, pessoais e conceituais, propiciando a revisão dos modos de leitura e representação da realidade e da alteridade. Conhecer e conviver com pessoas de diferentes realidades faz parte de seu processo artístico.

Um de seus trabalhos mais famosos é a série “Fábula do Olhar” (Imagens 2 e 3). Nele, a artista ficou durante um mês e meio em dois refeitórios para moradores de rua na cidade de Fortaleza – CE. Ao mesmo tempo em que fotografava em preto e branco vinte e um moradores de rua, ela registrou em vídeo depoimentos destas pessoas sobre suas histórias de vida. Apesar de diferentes entre si, havia uma pergunta que ocorria em todos esses depoimentos e que direcionou toda a obra: “Como você gostaria de se ver ou ser visto pela sociedade?”

Imagem 2 – Obra “Fábula do Olhar” em exposição.
Imagem 3 – “Maria da Penha”, da série “Fábula do Olhar”.

Após esta etapa, ela convidou o fotopintor Mestre Júlio dos Santos para colorir digitalmente estas fotos, interferindo nas imagens de acordo com as falas de cada morador. Com isto, é criada uma espécie de fábula entre o real e a ficção; a vida de cada uma dessas pessoas e suas vontades e desejos, muitas vezes subjugados. Além das imagens, cada foto era acompanhada de um texto, no qual cada morador de rua se apresenta e diz como é viver nas ruas.

Outro trabalho da artista é “Sala dos Confins”, de 2010 (Imagem 4). Essa vídeo-instalação busca, a partir de uma viagem feita pela própria artista em uma Kombi por cinco cidades no sertão da Bahia, articular o imaginário que o país tem sobre a vida nordestina e sua real existência. Apesar de não haver pessoas representadas literalmente nesta obra, elas aparecem nos modos de ser e nas histórias contadas por trás desta viagem.

Imagem 4 – “Sala dos Confins”, 2010.

Virginia de Medeiros atualmente vive em São Paulo e produz diversos trabalhos. Já expôs em diferentes lugares do Brasil e do mundo e é vencedora do Prêmio PIPA de 2015.

REFERÊNCIAS

FÁBULA DO OLHAR. In: Virgínia de Medeiros. Disponível em: https://virginiademedeiros.com.br/obras/fabula-do-olhar/. Acesso em 08 mar. 2022.

OBRA. In: Virgínia de Medeiros. Disponível em:  https://virginiademedeiros.com.br/bio/. Acesso em 08 mar. 2022.

PRÊMIO PIPA. PIPA 2016 | artista em residência | Virginia de Medeiros. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=RyVp5BSWVzo. Acesso em 08 mar. 2022.